Muito mais que historias...

... experiencias, o cotidiano, a rotina, a vida. o nosso blog vai falar de tudo que acontece, da nossa opinião, das nossas vontades. Boa leitura!

domingo, 13 de junho de 2010

Desencontro

Nós somos desencontros e encontros inesperados, somos a vontade de sumir e de aparecer de repente.
E pensar que eu nunca te disse o quanto você foi importante, nunca te disse que as coisas que eu fiz foi por medo de não ter você de verdade, foi por insegurança, foi por causa dele. Sempre ele. Meu coração tava até cansado de pesar tanto por causa dele... Mas você mudou muito as coisas pra mim. Mudou tanto, mudou sem ver.
Só agora eu vejo o quanto eu quis, o quanto eu tava bem, o quanto a gente tava feliz.
Eu lembro da primeira vez que a gente se encontrou, voce tava de chinelo, e todo mundo te irritando porque voce tava 'desarrumado' assim, mas eu achei lindo, sua simplicidade sempre foi algo que me encantou. Acho que agora o que eu mais queria era poder te ver chegando na minha casa do nada, queria poder saber que você ta bem, ta perto, queria receber alguma mensagem do nada. Eu queria sentir tudo, tudo de novo...
O seu abraço, o seu jeito carinhoso, a sua falta de paciência, a sua falta de vontade em parar de usar aquela linha transparente no cabelo que me incomodova. O seu jeito 'freddie' de falar, ou a sua mania de pegar no meu cabelo... Eu sinto falta disso. Sinto falta de muita coisa, sinto falta dos churrascos, passeios noturnos, cinemas, risadas, mensagens, abraços, beijos, as cocas e cervejas divididas.
Sinto falta de você.
Só não sinto falta do nosso 'pé a trás', acho que só faltou um pouquinho pra gente pular de uma vez.
O engraçado é que o pouco que faltou, foi o suficiente pra nos perdermos no meio do caminho.

3 comentários:

  1. 'O engraçado é que o pouco que faltou, foi o suficiente pra nos perdermos no meio do caminho. '
    liiindo, amiguinha ;x

    ResponderExcluir