Muito mais que historias...

... experiencias, o cotidiano, a rotina, a vida. o nosso blog vai falar de tudo que acontece, da nossa opinião, das nossas vontades. Boa leitura!

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Sobre mim.

" video

O futuro é passageiro, eu sei. Mas ele me dói desde já. E as coisas que eu gostaria de dizer e que ainda não disse, não parecem existir em outro lugar senão dentro de mim. E essas coisas que eu gostaria de dizer, eu também sei, não são tão bonitas como poderiam. É que faz tempo, perdi minha delicadeza. Não me compreenda, minha lógica é ser absurda.

Vim contar uma história de quase-amor. Difícil de dizer. Difícil, só. Tristeza eu não sei o que é. Triste mesmo é eu saber que frieza e insensibilidade não tem prazo de validade.

Vai lá, se engana, diz estar apaixonada. Daqui a pouco você vai ver que não é bem assim. Nunca foi. Não adianta, essência não muda.


Ás vezes eu me lembro dele. Sem rancor, sem mágoa,sem carinho, até sem saudade. Só com a certeza de que é verdade: o tempo passa e a gente nem vê. Gostaria, é também verdade, que naquela época você tivesse optado por mim, que tivesse ficado. Mas agora vejo que já não faz mais tanto sentido, que melhor mesmo foi você ter ido embora. Fugir pode parecer covardia, mas covardia as vezes é a melhor opcão. Pessoas de coragem sofrem demais.

Nunca mais o vi depois que foi embora. Nunca nos escrevemos, nem telefonemas. Não faz muito tempo que eu ainda me surpreendia pensando em que tipo de argumento poderia ter usado pra te fazer mudar de idéia. Vai ver falta alguma coisa pra se dizer. Mas, amigo,não faço questão não. Você foi, eu pensei uns dias em você, mas logo passou. E agora você quer voltar.Já sei prever como serão os dias em que eu te encontrar.


E o que eu queria mesmo era poder nem te reconhecer.


E se te interessa saber, eu roubei quase tudo que eu tenho pra chamar sua atenção. Mas aí, aconteceu que um dia eu decidi que apesar do nosso entendimento sobrenatural, das expressões, músicas, hai-kais, tirinhas e sons que só faziam sentido pra gente, tinha alguém mais bem-feito pra você do que eu. Alguém chegou primeiro. E foi aí que eu decidi te esquecer e sair pra procurar um outro você.

Na verdade, pra ser sincera, eu nem gostei de você tanto assim. Mas, não posso negar, sofri um tempo. Sabe como é, sou orgulhosa. Sofri porque você foi embora e teve coragem suficiente pra vir me dizer adeus. Sofri por suas insanidades ainda fazerem sentido pra mim. Sofri porque você me machucou e não veio consertar o estrago, estancar a ferida. Me doeu você não ter me dado tempo suficiente pra te deixar.


Agora vou esperar pelos dias de chuva em que você não vai mais estar aqui, me conforta sua ausência.

Por favor, fica longe de mim.


" -E o amor, o amor, cara. o que eu faço com isso?
-Você esquece, sei lá. não tem tanta importância assim."

4 comentários:

  1. "Na verdade, pra ser sincera, eu nem gostei de você tanto assim. Mas, não posso negar, sofri um tempo. Sabe como é, sou orgulhosa. Sofri porque você foi embora e teve coragem suficiente pra vir me dizer adeus."

    É que mesmo insatisfeitas ou em dúvida, as pessoas tem medo de deixar o passado pra trás.

    ResponderExcluir
  2. "Triste mesmo é eu saber que frieza e insensibilidade não tem prazo de validade."

    O difícil é saber que mesmo querendo o que todo mundo tem a gente não sabe lidar como todo mundo..

    Mas o primeiro passo é esse.. desapegar. Pq orgulho nao é amor..

    "Quem nunca amou
    Não merece ser amado" ?

    "Vai, meu coração, ouve a razão
    Usa só sinceridade" !

    ResponderExcluir
  3. vocês são feras, essa é a verdade!

    /Thaís R

    ResponderExcluir
  4. ameiiii muitooo lindoo!

    ResponderExcluir